5 estratégias para melhorar a gestão de relacionamento com fornecedores

É comum que, em meio a tantos desafios no dia a dia das empresas, algumas questões se percam em meio aos processos. Principalmente, quando se trata do fator humano – ou seja, da comunicação com pessoas estratégicas para o seu negócio.

Como a gestão de relacionamento com fornecedor é um ponto crucial para o supply chain de qualquer empresa, apresentaremos 5 estratégias para melhorar esse processo, a fim de garantir parcerias duradouras e vantajosas para ambos os lados.

Gestão de relacionamento com fornecedor: como atuar?

No blog da Nexxera, você acompanhou algumas dicas para otimizar as estratégias com os fornecedores de sua empresa. Listamos quatro fatores essenciais:

  1. Alinhamento de processos;
  2. Proximidade de relacionamento;
  3. Busca por qualidade;
  4. Uso da tecnologia para gestão.

Todos esses quesitos são fundamentais para gerar boas relações e, com isso, obter vantagens competitivas, como menores preços e melhores prazos para pagamentos.

Entenda mais sobre como agir para uma gestão de relacionamento com fornecedor eficaz:

1) Pense em relacionamento além do cliente

Ao falar em relacionamento, é natural que o foco seja a empresa e seus clientes. Contudo, nem só de vendas vive uma empresa. Ou melhor: para vender e se relacionar com consumidores, é preciso ter meios de produção – e isso demanda fornecedores.

Estabelecer políticas positivas para uma gestão de relacionamento com fornecedor é algo a se pensar. Da mesma forma como o atendimento ao cliente faz esforços no pós-venda com foco na retenção, é interessante estruturar um diálogo que vá além da negociação.

Manter contato constante, convidar os fornecedores para eventos corporativos ou reuni-los para conversas de alinhamento da parceria são exemplos de práticas que surtem efeito no estreitamento de laços. 

Trata-se de uma diplomacia com foco em conquistar os melhores fornecedores, a fim de obter os benefícios que surgem com essa proximidade.

2) Estabeleça processos de comunicação claros e objetivos

A relação entre uma empresa e seus fornecedores deve ser transparente e positiva. Uma boa parte dessa construção é feita com as políticas de relacionamento citadas no tópico acima. A outra parte fica por conta da comunicação corporativa.

Empresas que demoram a responder contatos e que deixam fornecedores sem respostas durante muito tempo podem se tornar, digamos, “clientes menos especiais”; e, com isso, perder algumas regalias. 

Manter um canal de comunicação aberto na gestão de relacionamento com fornecedores é uma ótima forma de conseguir melhores prazos e garantir que sua empresa tenha com seus parceiros um diálogo honesto, nutrindo uma relação corporativa de qualidade. 

Um exemplo disso é o “Portal de Fornecedores”, desenvolvido pela Nexxera. 

Com ele, a interação se torna mais simples, dinâmica e controlável. Personalizar este contato ajuda muito, especialmente em caso de problemas; já que o fornecedor saberá a quem buscar e em qual canal deve ser feito o seu questionamento.

3) Crie momentos para feedback

Uma boa comunicação é o alicerce para que a relação entre empresa e fornecedor não se estremeça quando há erros e necessidades de ajustes na parceria.

Estabelecer esse laço profissional não significa apenas elogiar: é preciso corrigir. Por isso, traga o feedback empresarial para seus fornecedores. Eles precisam saber o que está certo e o que está ameaçando o seu relacionamento. 

Somente um diálogo franco sobre erros e acertos permitirá que haja melhorias. 

4) Seja assertivo nos contratos de fornecimento

Muitas relações de fornecimento sofrem abalos quando um lado alega que o outro não está respeitando o contrato. Isso é uma acusação grave e que gera impactos negativos nas estratégias de captação dos melhores parceiros.

A empresa deve ter cuidado com a redação de seus contratos de fornecimento e, quando recebê-lo de um fornecedor, a melhor solução é ler com atenção e, de preferência, passar o documento por um crivo do departamento jurídico. 

Como no ditado, “o que é combinado não sai caro”. Portanto, a empresa e os fornecedores devem ser bastante assertivos na redação das cláusulas contratuais para evitar desgastes. 

5) Faça avaliações e tenha opções de mercado

O feedback é importante para a gestão de relacionamento com fornecedor enquanto ela está vigente. Porém, caso não haja melhorias, a empresa não deve ter medo de buscar outras opções.

Por essa razão, dois procedimentos são fundamentais aqui:

  1. Executar avaliações periódicas da qualidade dos fornecedores e como eles atendem às necessidades empresariais;
  2. Sempre estar em contato com o mercado e conhecer outros potenciais parceiros para seu fornecimento.

Este segundo item é importante para que você tenha um plano B, caso um fornecedor tenha imprevistos ou a parceria seja desfeita. 

Mas, atenção: não se deve utilizar o plano B como forma de pressionar o atual fornecedor. As negociações devem prezar pela ética e pelo respeito. Portanto, nada de ameaçar trocas de fornecimento para obter vantagens.

Respeitosamente, o setor de Compras da sua empresa pode estabelecer contato com outras empresas e, até mesmo, informar que já existe um fornecedor atual. Porém, nada impede de afirmar a necessidade de uma relação para eventuais imprevistos. 

Transparência e profissionalismo são as chaves para estreitar boas relações no universo corporativo; seja com clientes, fornecedores e até mesmo concorrentes. A ética no mundo dos negócios é exaltada, porém, deixada de lado em certas ocasiões.

A gestão de relacionamento com fornecedor é importante para manter a cadeia de produção em ordem e evitar abalos nos resultados empresariais, além de garantir melhores preços e condições de pagamento.

Uma empresa de qualidade não é aquela que oferece apenas bons produtos e preços, mas aquela que é capaz de conciliar esses dois fatores com outros pontos importantes. Eles dizem respeito aos fornecedores e à construção de um bom ambiente de trabalho com parceiros internos e externos.

Gestão de relacionamento com fornecedor é estratégia, traz melhorias e deve ser o foco de qualquer empresa que pretende crescer com inteligência. 

Fique atento à essas dicas e compartilhe nos comentários como o seu negócio lida com os parceiros de fornecimento!

Sem categoria 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *