A crise e porque investir em soluções financeiras

FEstamos em 2015 e já faz um tempo que “a crise” é noticiada. Alguns tentaram chamá-la de marola e já outros compararam o futuro do Brasil com o da Grécia. Com pouco ou muito impacto, a verdade é que o mercado apresenta uma dificuldade notória de manter investimentos e continuar crescendo e entre o que os especialistas dizem e o que as donas de casa, ao ver o preço das verduras na feira reclamam, existe um mar de empresas que oscilam entre o otimismo e o pessimismo fazendo o que é possível para se manter no mercado, mesmo com crise. Não é preciso ser especialista em economia ou dona de casa exemplar para entender com precisão os preços da feira, mas existem algumas medidas que todos tomamos intuitivamente com base no controle, nas análises do mercado e na flexibilidade para se ter equilíbrio. Quando o orçamento aperta, é natural que cortemos gastos. Quando há crise, há desespero e onde antes enxergamos investimento, podemos passar a enxergar gasto desnecessário e talvez esse seja o maior erro. Exemplo disso é o corte de mão de obra, tão comum em época de crise, onde setores antes numerosos passam a contar com funcionários multitarefa ao mesmo passo que os controles financeiros devem estar ainda mais em dia. O que fazer se investir em soluções financeiras que tornem esses controles automatizados e que auxiliem a gestão de cada setor e da empresa de forma geral, parece um investimento caro?  Os investimentos são pilares que futuramente sustentarão um passo maior para sua empresa, logo, poder contar com ferramentas de gestão que possibilitem o controle financeiro de forma global é imprescindível para mapear a posição de sua empresa nesse território incerto. Não podendo controlar ações econômicas no âmbito governamental ou decidir por toda sua cadeia de valor, entender o tecido financeiro em que se encontra a empresa é obrigatório mais do que nunca! O que tem em cada conta, o que deverá ser pago em folha de pagamento, tributo e fornecedor, qual o líquido a ser recebido hoje e nos próximos meses, oferece a todo gestor o mínimo e mais importante em informações para tomada de decisão, principalmente quando os números parecem não casar e as notícias são incertas, porque, como dissemos lá em cima, onde há crise, há desespero e deixar-se levar pode nos fazer perder a possibilidade de investir e construir pilares mais sólidos para o futuro. Por: Darlie Azevedo

Soluções Financeiras , , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz