Alternativas móveis para pagamentos avançam no Brasil

Os pagamentos móveis já são uma realidade no dia a dia de muitos brasileiros. A previsão é que até 2018 o mercado alcance 80 milhões de usuários no Brasil, como apontou pesquisa da Cards, Payment & Identification, sendo que hoje já são mais de 20 milhões de pessoas conectadas utilizando algum meio eletrônico de pagamento. Além disso, Raul Moreira, vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços – Abecs, afirmou em entrevista a Época Negócios que o país está adiantado quando se trata de desenvolvimento no ramo financeiro, pois é um dos que mais desenvolveu tecnologia de chips e tem avançado em ferramentas para dispositivos móveis.

Alternativas móveis para pagamentos avançam no Brasil

Nesse segmento, alguns são os destaques que têm atraído usuários, como as diversas formas de autorização de pagamentos que os dispositivos móveis oferecem, tais como as famosas selfies, impressão digital ou mesmo comando de voz. Todas essas alternativas tem sido trabalhadas por diversas empresas do segmento, que tentam atrair cada vez mais adeptos a essas novas tecnologias, o que tem gerado uma grande mudança comportamental dos consumidores.

Porém, um dos grandes vilões que ainda assusta os novos usuários é a segurança dos meios utilizados. Muitos ainda não se sentem seguros em realizar transações através de dispositivos móveis. Um levantamento realizado pelo IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) mostrou que 46% dos entrevistados se preocupam com o hackeamento das suas informações contidas nos dispositivos. Além disso, 72% acreditam que as transações bancárias são ainda mais suscetíveis a esse tipo de ataque cibernético.

Por outro lado, uma pesquisa da Deloitte apontou que o ano de 2015 registrou um crescimento de 138%, com relação ao ano anterior, no uso de transações bancárias através de dispositivos móveis, o que significou mais de R$11 bilhões. Além disso, o evento dos Jogos Olímpicos no Brasil tem trazido consigo diversas novidades entrantes no mercado, como wearables com tecnologia NFC (Near Field Communication), que permite troca de dados entre dispositivos apenas por aproximação, considerada uma alternativa interessante para os atletas, por exemplo, que queiram treinar sem a necessidade de levar carteira.

Outra alternativa que tem chamado a atenção dos adeptos a pagamentos móveis, em questões de segurança, tem sido as carteiras digitais. São aplicativos para pagamentos online ou físicos que permitem aos consumidores realizar transações sem a necessidade de utilizar dinheiro em espécie ou cartão. Os aplicativos permitem armazenar informações de identidade e financeiras do usuário, o que confia maior segurança e privacidade durante as transações eletrônicas, pois não é necessário digitar os dados em cada transação efetuada, evitando que os mesmos sejam armazenados pelas lojas físicas/virtuais.

Muitos e-commerces já estão ofertando este novo meio de pagamento, o que ajuda a difundir cada vez mais a tecnologia. Porém, a maior barreira será para as compras físicas, pois dependem das tecnologias contidas tanto nos smartphones quanto nas maquininhas de cartão disponíveis nas lojas, o que deve atrasar a entrada desta tecnologia no meio físico. De qualquer forma, a consultoria Juniper Research estima que o mercado tenha 200 milhões de usuários de carteiras digitais no mundo até o final deste ano. E você? Já está pronto para a popularização dessas novas tecnologias?

 

Meios Eletrônicos de Pagamento , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz