Blockchain: aposta por mais segurança nas transações

39Em nosso blog, já comentamos que o Blockchain é peça central no mercado financeiro. Agora, apresentaremos o que há de novo nesse segmento financeiro e como sua empresa pode aproveitar essa tecnologia para gerar negócios. 

Blockchain: o que é e como funciona?

Muitas pessoas costumam fazer associações de que o protocolo blockchain está apenas vinculado às operações de criptomoedas. Diante de sua evolução ao longo dos últimos anos, já se percebe a utilização dessa tecnologia para outras finalidades. Muito além das transações digitais com bitcoin e ethereum da vida. Em meio a esse movimento, é possível perceber a aplicação desse sistema nas mais importantes instituições do setor bancário brasileiro.

Para quem não conhece o conceito, o blockchain foi criado para dar confiabilidade às operações que envolvem as criptomoedas. Isso aconteceu em 2009 por um usuário da internet com o codinome de Satoshi Nakamoto – sua identidade não é confirmada. O sistema permite o registro das movimentações das moedas virtuais sem a possibilidade de serem modificadas ou fraudadas digitalmente. Além disso, permite a disponibilização delas de maneira descentralizada.

Outros usos

Dez anos se passaram. Hoje, existem várias outras áreas que usam a solução. O blockchain foi desenvolvido como pilar para uma moeda virtual, mas suas aplicações não se restringem a isso. 

O blockchain pode ser utilizado de diversas formas. Por exemplo, para rastrear a produção de algum alimento.  Um consumidor poderia chegar para comprar um produto e poderia escanear um QR code na embalagem, Com isso, acessar todas as informações como local de produção, data, embalagem e transporte. Ou seja, tudo pode ser rastreável. 

É plural o uso do blockchain na vida da pessoas. Outro uso poderia ser o registro de qualquer documento sem a necessidade de ir até um cartório, ou até mesmo contabilizar os votos dos cidadãos em um blockchain.  Em Belo Horizonte, essa tecnologia foi usada para registrar estacionamento rotativo. Essa tecnologia veio para revolucionar e dar mais segurança nas transações e facilitar a vida das pessoas.   

Expansão no mercado

Devido a essa expansão, um relatório da consultoria IDC divulgado recentemente aponta que os gastos mundiais com soluções em blockchain devem chegar a US$ 15,9 bilhões em 2023. O valor será alcançado a uma taxa evolução anual na ordem de 60% a partir de 2018.

blockchain

Rede de blockchain

Em junho, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou a implantação da primeira rede de blockchain do sistema financeiro brasileiro. De caráter colaborativo, o projeto conta com a participação de bancos importantes como o Itaú Unibanco, o Bradesco e o Banco do Brasil. Além da Caixa Econômica Federal, o Santander, o Original, o Banrisul, o JP Morgan e o Sicoob também participam.

 A ideia é permitir o compartilhamento de informações entre as parceiras, de forma segura. Trata-se de uma iniciativa bastante importante para dar mais segurança nas transações. Se isso alcançar o êxito desejado, como consequência essa confiabilidade trará mais credibilidade ao segmento. 

Agora que você sabe que o Blockchain é uma peça central em diversos mercados.  Continue acompanhando o blog da Nexxera e fique por dentro de conteúdos exclusivos pensados para melhorar sua gestão financeira

 

Grupo Nexxera, Sem categoria, Tecnologia e inovação , , , 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *