Como a integração com bancos ajuda no cash pooling

Para muitos gestores, a possibilidade de comunicação multi-bancária é fundamental para a tesouraria de uma empresa. Afinal, isso permite agilidade e maior convicção no controle. Além, claro, de precisão no fluxo de caixa da gestão financeira, entre outros ganhos. Hoje, esse tipo de solução já está disponível. No entanto, o processo exige plena integração com bancos. Neste post vamos explicar como é o processo que pode auxiliar no cash pooling.

O que é cash pooling?

Se formos explicar de forma simples, cash pooling  é uma solução que permite centralizar numa única conta (conta centralizadora) os saldos devedores e credores de outras contas (contas satélite). E por que vamos falar sobre isso? É comum que as organizações possuam contas bancárias em diferentes instituições financeiras.

Isso costuma dar bastante trabalho, uma vez que é necessário atuar diariamente em cada banco e em cada conta, resultando em morosidade para prever pagamentos e ações corretivas.

São tomados como base àqueles funcionários alojados em tesourarias e departamentos financeiros, que diante de um sistema de gestão que não possui integração com bancos, acabam, por vezes, tendo que centralizar os valores manualmente.

cash pooling

Integração ERP

O que muitos gestores e funcionários ainda não sabem é que todos os processos de uma tesouraria que envolva bancos podem ser automatizados. E pode ser feito com o uso de uma ferramenta adequada. Isso acontece da seguinte maneira: informações sobre a movimentação de caixa e sobre ativos/passivos financeiros são geradas em tempo real.

Com isso, é possível realizar o balanceamento de saldos entre contas correntes da empresa com integração ao ERP. Bem como ter controle de aplicações financeiras e auditoria dos saldos dos bancos de forma automática. É importante destacar a visibilidade gerada a todo processo, principalmente da liquidez de caixa. Isso faz com se obtenha maior assertividade no processo de tomada de decisão e os riscos sejam minimizados.

Custo x benefício

No entanto, todo sistema possui três aspectos a serem levados em conta no momento de contratar uma fornecedora de tecnologia: segurança, transparência e rastreabilidade. Não deixe de analisá-los. Outro fator que gestores se preocupam é com relação ao custo de investimento. Muitas vezes, determinadas ferramentas apresentam boa integração com bancos e desempenham bem as funções prometidas.

Contudo, é imprescindível avaliar o custo benefício de cada fornecedor, e buscar soluções que se adaptem ao tamanho do seu negócio para não frustrar expectativas. Se você não está disposto a investir uma quantia muito elevada, procure por uma solução que esteja baseada em taxa de uso – elas costumam apresentar custos de manutenção mais razoáveis.

Por fim, é importante reforçar a inteligência que está associada ao investimento em uma tecnologia que permite um ambiente de comunicação bancária. A partir da implantação, os colaboradores podem observar reduções expressivas do trabalho operacional e se dedicarem a funções mais estratégicas.

 

Soluções Financeiras 2 Comments

Comments (2)

  • Marcos Schneider Reply

    Bom dia! Tentei baixar o material sobre informação da ferramenta mas não consegui!
    Gostaria de saber mais sobre a função.

    31 de agosto de 2016 at 13:05
    • mm
      Grupo Nexxera Reply

      Olá, Marcos.

      Esse material fazia parte de uma campanha que não está mais disponíveis. Já retiramos os links do ar e pedimos desculpas pela informação incompleta.

      Um abraço 🙂

      12 de setembro de 2016 at 14:48

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *