A evolução do sistema bancário no Brasil

Estamos assistindo a uma grande mudança no sistema bancário brasileiro, causado pela popularização de tecnologias que estão transformando a maneira pela qual lidamos com nossas transações financeiras. Porém, o setor já passou por diversas revoluções no passado, decorrentes de inovações que, em algum momento da história, causaram tanto impacto quando a digitalização vem causando hoje.

Reviva conosco alguns marcos desta trajetória que só foi possível graças aos profissionais que se dedicaram a construir e evoluir continuamente o mercado financeiro brasileiro.

O primeiro banco a funcionar no país está próximo de completar 210 anos de existência. Trata-se do Banco do Brasil, criado em 1808 pelo príncipe regente D. João. Algum tempo depois, em 1861, nasceu a Caixa Econômica Federal, pelas mãos do Imperador Dom Pedro II. Este foi o início do nosso sistema financeiro, que só se consolidou no século XX com a fundação de outras instituições como a Inspetoria Geral dos Bancos (1920), a Câmara de Compensação do Rio de Janeiro (1921) e de São Paulo (1932), além de outros bancos e instituições privadas.

E, se nos primórdios a moeda era lastreada fora do sistema bancário, por meio dos fluxos de comércio externo, investimentos estrangeiros ou pela produção do ouro, entre 1905 e 1930 surgiram as condições para o fortalecimento do setor. Dentre os mais importantes estão a desvinculação dos bancos do capital cafeeiro e a popularização do uso de cheques. Posteriormente, as décadas de 50 e 60 foram marcadas pela regulamentação. É nesta época que o sistema passa a ser regido por regras do CMN (Conselho Monetário Nacional) e do Banco Central. O BNDES também surge nesta fase: no ano de 1952.

As inovações que mudaram o nosso dia a dia surgiram há pouco tempo. O primeiro cartão de crédito foi lançado no Brasil em 1968, ou seja, há menos de 50 anos. E, mais recente ainda, é o primeiro caixa eletrônico: apenas 34 aniversários. Da década de 90 até hoje, o mercado foi invadido por modelos de negócios decorrentes da digitalização como as carteiras digitais, os pagamentos móveis e por NFC, a Internet das Coisas e até mesmo a Inteligência Artificial.

O que nos espera para o futuro? Pela velocidade com que o sistema bancário vem mudando, uma coisa é certa: muito em breve saberemos!

Soluções Financeiras , , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz