Experiência do cliente é uma das principais tendências do varejo em 2019

Quando se fala nas práticas indicadas para o varejo, a experiência do consumidor é o que dita o tom das novidades. O estudo Commerce & Digital Marketing Outlook 2019, da Criteo, apontou que as mudanças tecnológicas devem continuar ditando o ritmo acelerado de se adequar para não ficar para trás.

A pesquisa recomenda que as marcas busquem oportunidades independentes dos gigantes da tecnologia para terem mais controle das informações que possuem sobre seus clientes. A gente reuniu algumas dicas para quem quer ter sucesso no período nesse mercado:

1 – Fidelização em alta

O assunto já foi destaque em 2018 e deve continuar com tudo em 2019, como uma das grandes apostas do período para criar uma relação duradoura com o consumidor em pequenas ou grandes empresas e, assim, aumentar os lucros com um cliente recorrente. As soluções de fidelização devem ser baseadas em decisões inteligentes de compras e levando em conta personalização para o negócio.

2 – Além dos pontos
Se a empresa pretende trabalhar com programa de fidelidade ou clube de benefícios, vale pensar além do óbvio e criar um formato realmente relevante para o consumidor no contexto em que ele vive e compra. O sistema de cashback é uma das escolhas que tem dado certo e pode ser facilmente adaptado à realidade de diferentes companhias.

3 – Experiência de compra

Deve-se pensar em como oferecer a melhor experiência em todas as etapas da jornada de compra, desde a escolha em consumir a sua marca ao pós-venda. Vale pensar em como evitar e eliminar barreiras durante os processos, levando eficiência e praticidade na hora de adquirir produtos e serviços nos meios online e offline. Logística, atendimento ao consumidor, suporte técnico e outras frentes que se relacionam com o consumidor devem ser levadas em conta. Vale lembrar que, consumidor insatisfeito pode acabar com a sua credibilidade e, o que é satisfeito, vai indicar o seu serviço e gerar mais fluxo para o seu negócio.

4 – Soluções Omnichannel

A integração entre a frente digital e a presencial deve estar sempre alinhada, para que o cliente perceba que todos os canais funcionam perfeitamente e sinta-se à vontade em ambos os casos. Um exemplo dessa prática são as marcas que apostam em showrooms onde a pessoa pode conhecer produtos ao vivo e comprar online. Isso reflete em mais poder de escolha para o consumidor.  

5 – Big Data

Esse é e continua sendo um forte aliado de empresas que querem se comunicar e ofertar serviços de um jeito cada vez mais personalizado e assertivo para o seu público. Todos os setores da indústria têm a ganhar com isso e, quando se fala em varejo, o big data é um caminho para conhecer comportamento de consumo, tendências, aceitação de produtos e outras diversas informações que podem ser conseguidas com o cruzamento de dados. Aí é só levar em conta os insights nas decisões estratégicas e acertar em cheio.

Comportamento, Empreendedorismo, Finanças Pessoais , , , , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz