Finanças e Tecnologia: o movimento se fortalece e ganha ‘fintechs’

BUma grande transformação vem acontecendo dentro do universo dos sistemas financeiros. Trata-se efetivamente do começo do fim do dinheiro vivo, impresso em papel moeda. O que já estava cada vez mais em extinção por conta de diversos movimentos em relação aos meios de pagamentos, como cartão de crédito e débito, agora poderá também ser substituído por uma espécie de carteira virtual (entre outrasformas de pagamentos online). Não é novidade que estamos vivendo um processo de digitalização em todos os outros âmbitos da vida, e a busca por otimizar todos os processos os quais precisamos passar é constante. Desde então, um movimento de tecnologia financeira vem se fortalecendo cada vez mais; aquilo que talvez fosse para as grandes corporações, passou a ser acessível a todos. Com o início de diversas startups nesse nicho, o movimento passou a se chamar Fintech. A união de finanças e tecnologia movimentou, só nos primeiros seis meses, cerca de US$ 8 bilhões em contribuições financeiras ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Esse nicho de Startups de Fintechs foi criado por um grupo de ex-executivos do mercado financeiro que criou processos que automatizaram aquilo que era feito manualmente, com grande suporte ou intervenção humana. A grande vantagem deste tipo de negócio é o baixo custo das operações, além das estruturas que são muito menores do que as necessárias em instituições financeiras tradicionais. O motivo desta prerrogativa é que o trabalho pesado fica por conta dos softwares, e não pela mão-de-obra humana. Além disso, os usuários são beneficiados pela praticidade nos processos de pagamento, na redução da possibilidade de fraude, no planejamentofinanceiro. Segundo o Goldman Sachs até 2020 as transações via Fintech devem ser responsáveis por 20% do lucro do setor financeiro. Conforme o negócio ganha forma e espaço, ele também passará a ter, instintivamente, regras apropriadas às necessidades atuais. Essa tecnologia permitirá novos modelos de negócios e de forma mais eficiente. As empresas digitais são um desafio para quem vem da cultura criada pelo mundo físico. Por esse motivo, os bancos estão encontrando desafios complexos e custosos: a necessidade imediata de investir em tecnologia da informação. Os bancos estão se movimentando para se recriar dentro das tecnologias digitais, entretanto, não na mesma velocidade das Fintechs. Se para as instituições financeiras a novidade é um desafio, para o consumidor do mercado a notícia é ótima e livre de qualquer preocupação. O Grupo Nexxera, pioneiro neste movimento de tecnologia financeira, possui soluções prontas para atender de maneira descomplicada qualquer usuário (grandes e médias corporações, e MPE/EI). Os serviços financeiros de contas a pagar, receber e conciliação das empresas podem ser utilizados totalmente automatizados com as soluções do Grupo com o objetivo de otimizar processos, recursos e principalmente reduzir custos operacionais. A empresa estará sempre à frente da concorrência.

Grupo Nexxera, Meios Eletrônicos de Pagamento , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz