Gerenciamento de cartões: por que é importante fazer

IO uso de meios de pagamento eletrônico é crescente no país. Uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) comprova esse cenário: as transações de cartões de crédito e débito movimentaram R$ 455 bilhões no primeiro semestre de 2014, segundo reportagem do Portal Brasil. Por isso, é fundamental que as pequenas e médias empresas estejam preparadas para fazer o gerenciamento de cartões.

Utilizar um sistema de gestão para fazer o gerenciamento de cartões é a opção mais segura e prática atualmente. Essas ferramentas realizam toda a gestão de recebíveis de cartões de crédito e débito em um único ambiente, que integra as três principais operações:

  • Vendas: o log de vendas e o que foi reconhecido pela operadora
  • Financeiro: o que tem previsão de pagamento por parte da operadora
  • Bancária: o que está pago conciliado com o que deveria ter sido pago

Com essas informações, os sistemas geram relatórios para análise de vendas por meio de gráficos com valores reais e projeções. Dessa forma, os responsáveis conseguem avaliar os pontos críticos da empresa para direcionar os investimentos.

O gerenciamento de cartões também ajuda a monitorar diferenças de taxas cobradas pelas operadoras, que muitas vezes são negociadas em valores diferenciados para cada estabelecimento. O sistema de gestão reconhece essas taxas e avisa se houver alguma cobrança indevida. Automatizar essa tarefa de monitoramento é essencial para a área financeira do estabelecimento – dependendo do número de transações, é inviável que seja feito manualmente.

ebook_pagamento_movel

Empreendedorismo, Soluções Financeiras, Tecnologia e inovação , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz