Indicadores de gestão financeira? Veja para que servem

Diante de um mercado altamente competitivo, as empresas dos mais diversos segmentos precisam ter um poder de análise das suas respectivas informações para enfrentar os desafios da economia. Dominar esses dados é uma maneira de saber se sua situação financeira consegue determinar a viabilidade do negócio. Ou ainda se a companhia tem chances de se destacar em relação à concorrência e, dessa maneira, crescer. Para conhecer mais a fundo o que acontece, existem os indicadores de gestão financeira, que apresentam situações concretas capazes de revelar a real condição da corporação.

Dessa forma, as companhias necessitam apostar em informações claras suficientes para o gestor compreender como otimizar a utilização dos recursos financeiros. Ou conquistar suas metas e alcançar o sucesso. Através dos indicadores de gestão financeira, existe a possibilidade de fazer previsões mais precisas quanto aos resultados possíveis. A seguir, conheça melhor como funciona esses índices e como eles podem a contribuir com uma companhia. 

Para que servem os indicadores?

Os indicadores de gestão financeira são uma base para acompanhamento de um negócio. É considerado bastante importante para a saúde das finanças e também no crescimento de uma determinada empresa. Na prática, funciona para entender como cada processo influencia positivamente ou negativamente em seus resultados.

 

indicadores de gestão financeira

Dessa forma, a companhia consegue ter uma ideia mais clara quanto a sua margem líquida de lucro e seus custos operacionais. Com isso, aponta onde se perde dinheiro e as oportunidades existentes para encontrar o necessário ponto de equilíbrio. Ou seja, os indicadores podem ser entendidos como formas de medir a diferença entre o cenário que a empresa busca e a atual situação de momento.

 A partir dos indicadores, o gestor poderá analisar o caixa da companhia para permitir exatamente qual a origem e o destino de seus recursos. Isso significa fazer uma avaliação das variáveis mais importantes, conforme o segmento, as características e as atividades da empresa. Dessa maneira, elabora-se um planejamento financeiro de forma eficiente para alcançar os resultados esperados.

Quais são os indicadores de gestão financeira?

Para entender melhor como funcionam esses indicadores, é interessante ter em mente como cada um deles funciona. Cada setor de negócio tem índices próprios e definidos. No entanto, alguns deles são considerados os mais importantes e são aplicados na maioria das companhias, devido a sua melhor compreensão de seu uso e importância.

 Margem de contribuição

Também conhecido como ganho bruto, esse indicador considera a receita obtida por meio das vendas para apontar quanto a empresa precisa vender para cobrir os custos fixos e lucrar. O cálculo pode considerar toda a produção da empresa ou cada produto de forma separada. O resultado destaca a sustentabilidade do negócio e indica se a companhia tem prejuízo ou se obtém bons resultados para se manter e crescer.

 Margem líquida

Mostra quanto a empresa de fato ganha, ao considerar todas as despesas, inclusive a do Imposto de Renda. Na prática, mostra o lucro líquido de cada venda da empresa. Quanto maior for o resultado, mais a companhia vai acumular após o encerramento dos processos de venda com a dedução de todos os custos.

Custo fixo e variáveis

São imprescindíveis para o gestor entender o mínimo que a companhia precisa produzir e cobrir as despesas. Com essas informações, percebe-se quando começa a gerar lucro. O valor do custo fixo considera a soma de todas as despesas fixas, como salários, alugueis e impostos. Já os custos variáveis consideram o volume de produção e, por esse motivo sofre alterações a cada mês.

Lucratividade

O indicador mostra o percentual relativo que a empresa ganha com as vendas realizadas. O resultado funciona como indicativo da eficiência operacional. Um exemplo hipotético é com base num valor de R$ 100,00. Se o valor obtido pelo cálculo da lucratividade acusar 10%, significa que a empresa tem um ganho líquido de R$ 10,00 com as suas vendas.

indicadores de gestão financeiraPonto de equilíbrio

Serve para certificar que o negócio é financeiramente sustentável. Faz uma referência à produção necessária para os gastos de um empreendimento serem iguais às despesas. Com base nos resultados, o gestor entende se há necessidade de melhorar processos para tornar o processo produtivo mais eficiente em relação aos objetivos financeiros a serem alcançados.

Ticket médio

É responsável pelo cálculo do valor médio da venda mensal da companhia. O resultado aponta quanto cada cliente gasta ao realizar uma compra junto ao seu negócio. Através dele, compreende-se melhor a dinâmica e desempenho das vendas da empresa e em quais ações são necessárias para melhorar os resultados.

Retorno sobre investimento

Também conhecido como indicador de rentabilidade, sua finalidade é mostrar a eficiência dos investimentos feitos e demonstra o potencial ganho da empresa. Se estiver abaixo do esperado, aponta que a empresa precisa tomar decisões para atrair mais clientes. Além disso, permite a realização de projeções quanto a novos produtos ou serviços.

Endividamento

Mostra a porcentagem de financiamento e o nível de endividamento da empresa. A ideia é saber se está pouco ou muito endividada com base na comparação entre seu patrimônio líquido e as obrigações a cumprir em curto ou longo prazo. O resultado indica quantas vezes a dívida é maior que o patrimônio.

Como os indicadores podem melhorar os resultados

Por meio desses indicadores de gestão financeira, é possível identificar prováveis gargalos a serem corrigidos, ou mesmo os riscos considerados em meio a um processo produtivo e/ou administrativo de uma firma. Por outro lado, a empresa consegue constatar oportunidades a serem aproveitadas. Para alcançar essa finalidade, é necessário usar as informações para possibilitar análises que vão nortear as decisões do gestor.

Gestão financeira e coleta de dados

As empresas podem contar com diversas soluções de gerenciadores para facilitar toda a gestão financeira. Os sistemas auxiliam toda a cadeia produtiva. Além de existir soluções de internet banking multibanco e multiempresa que centralizam os serviços de prestação de contas em um único ambiente. Para facilitar ainda mais a tomada de decisão, existe o Business Intelligence, que é capaz de centralizar os indicadores de gestão financeira em um só local.

O conceito acaba com a necessidade de obter os indicativos manualmente e de forma separada com base nas tradicionais planilhas de Excel. Por isso, o Business Intelligence tem se tornado um importante aliado no meio corporativo, pois torna a preparação de dados para análise mais rápida, simples e assertiva. 

Micro e pequeno Negócios, Sem categoria , , 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *