Indústria 4.0: o que é e quais oportunidades ela oferece?

Você deve se lembrar das aulas de História do ensino fundamental, quando você aprendeu sobre a importância da Revolução Industrial para a economia. Mas, se não guardou esses aprendizados na memória, saiba que hoje você tem a oportunidade de participar de um momento tão importante quanto aquele. Trata-se do desenvolvimento da Indústria 4.0, também chamada por alguns especialistas de quarta Revolução Industrial. Empolgante, não é mesmo? Mas o que este movimento é exatamente? E o que pode trazer de bom para seus negócios? São esses os pontos que vamos discutir neste artigo.

O que é Indústria 4.0?

Trata-se de uma verdadeira mudança de paradigma para o setor industrial, uma vez que visa unir a automatização industrial à tecnologia e à internet, por meio de inovações como a Internet das Coisas, Big Data, Cloud Computing, Machine Learning etc. Na prática, significa usar as ferramentas de inteligência disponíveis, de forma interconectada, para que a tomada de decisão na cadeia de produção e logística das fábricas seja feita pelas próprias máquinas, com o mínimo de intervenção humana. A ideia é que seja possível cruzar informações e dados para melhorar a produtividade, aumentar a possibilidade de customização de produtos, flexibilizar a produção de acordo com mudanças na demanda, dentre outros impactos.

Quais benefícios este modelo oferece?

O uso de tecnologias mais inteligentes pode trazer inúmeras vantagens ao setor industrial, sendo a mais evidente o incremento da eficiência. Para Roberto Camanho, supervisor do laboratório de Produtividade da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), a adoção do modelo da Indústria 4.0 pode gerar um aumento de 20% no rendimento de uma fábrica, por meio da redução dos ciclos produtivos e dos tempos de parada para manutenção e correção de falhas das máquinas, por exemplo. A gestão de Supply Chain é outra área claramente afetada positivamente pelas inovações na indústria: com mais dados disponíveis sobre todas as etapas dos processos de fabricação e entrega, o controle da cadeia se torna mais fácil e eficiente.

No Brasil, pode-se considerar que o setor ainda está engatinhando. Uma pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostrou que menos da metade das indústrias (48%) usam alguma das tecnologias digitais disponíveis no mercado. Ou seja, ainda há um longo caminho a ser percorrido e o fator determinante para o progresso é o reconhecimento por parte das empresas dos benefícios que as inovações da Indústria 4.0 podem gerar. Neste cenário, quem sair na frente colherá melhores frutos.

Tecnologia e inovação , , , 0 Comments

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar

wpDiscuz