O que é a cadeia de valor e como implementá-la no varejo

A cadeia de valor é uma ferramenta estratégica que representa todo o conjunto de atividades realizadas por uma empresa. Com ela, você tem uma visão mais ampla dos negócios e compreende como esses processos se relacionam entre si.

O objetivo é identificar os pontos de melhoria necessários para que sua empresa entregue mais valor aos clientes, ganhe vantagem competitiva no mercado e gere bons resultados.

Quer entender mais sobre essa importante temática? Então, acompanhe o artigo e confira o que é e como implementar uma cadeia de valor no varejo!

O que é cadeia de valor?

O conceito de cadeia de valor foi criado por Michael Porter em 1985. Trata-se de uma ferramenta para gerenciar todos os processos de uma organização e estabelecer conexões entre eles.

A ideia é que, deixando-os bem interligados, a empresa gere valor para os clientes e, consequentemente, melhore sua lucratividade. Isso é possível porque a cadeia de valor engloba todas as atividades do negócio – desde a relação com os fornecedores até a entrega do produto ao consumidor final.

Nesse sentido, a cadeia de valor serve para:

  • Melhorar o desempenho dos processos internos;
  • Reduzir gargalos e falhas que prejudicam a produção;
  • Reestruturar processos que não agregam valor ao cliente;
  • Elaborar um melhor planejamento estratégico;
  • Identificar a demanda para gerar vantagem competitiva.

Portanto, ao melhorar o fluxo dos processos, a cadeia de valor contribui com cada etapa do produto e/ou serviço, deixando os clientes mais satisfeitos.

Como é a estrutura de uma cadeia de valor?

Para entender melhor a cadeia de valor, é importante compreender como ela é estruturada. De modo geral, os negócios possuem dois tipos básicos de atividades: as primárias e de apoio.

As atividades primárias são aquelas que geram, diretamente, valor aos clientes. São elas:

  • Logística de entrada (compra de matéria-prima);
  • Operações (transformação das entradas em saídas);
  • Logística de saída (entrega dos produtos ou serviços);
  • Marketing e vendas (estratégias de atração de clientes);
  • Serviços (atividades de pós-venda para fidelização de clientes).

Já as atividades de apoio, que contribuem para gerar valor indiretamente, são:

  • Infraestrutura (gestão administrativa, jurídica, financeira e contábil, entre outras);
  • Gestão de recursos humanos (seleção, recrutamento e desenvolvimento de colaboradores);
  • Desenvolvimento tecnológico (processos de apoio, como automação e uso de recursos digitais);
  • Aquisição (atividades envolvidas no processo de compras).

Como implementar a cadeia de valor em sua empresa?

Agora você já conhece o que é a cadeia de valor, como implementá-la? Se você tem essa dúvida, veja os principais pontos a serem considerados!

Identifique as subcategorias das atividades elementares

Acima, você viu as atividades básicas divididas em dois grandes grupos (primárias e de apoio). Além delas, é importante avaliar as necessidades e características do seu negócio para estabelecer as subcategorias. Assim, você deixa sua cadeia mais completa e coesa.

Determine as ligações entre as áreas

Uma boa cadeia de valor, como o próprio nome sugere, tem todos os seus elementos interligados. Por isso, evite olhar para os processos de sua empresa de modo isolado. Procure entender como cada etapa da produção se conecta com a outra. Quanto mais estreitos esses laços, maior o valor entregue ao seu público.

Considere o papel do setor financeiro

Todas as áreas têm um papel importante na cadeia de valor. No caso do departamento financeiro, ele é fundamental para que você compreenda melhor as despesas e a geração de lucros de uma empresa. Com a visão apurada desse setor, você pode criar estratégias para reduzir custos e trazer melhorias aos processos.

Crie diferenciais para os seus produtos

Para agregar valor aos seus produtos e/ou serviços, não basta solucionar o problema do cliente. É preciso oferecer diferenciais, ou seja, algo que destaque o que você oferece entre as demais possibilidades no mercado. Assim, você gera vantagem competitiva e não apenas atrai, como também fideliza os clientes.

Qual a vantagem da cadeia de valor para o varejo?

Como você deve ter percebido, oferecer valor aos seus clientes é essencial para melhorar os resultados do negócio. Um público satisfeito ao comprar da sua empresa é sinônimo de sucesso nas vendas. E, em se tratando do ramo do varejo, isso é crucial, não é verdade?

Ao implementar uma cadeia de valor, você também pode identificar os pontos de melhoria nas etapas de produção e os pontos fortes que estão levando benefícios aos clientes. Tudo isso contribui para ações e tomadas de decisão mais estratégicas e eficazes.

Agora que você já sabe o que é e como implementar uma cadeia de valor, que tal melhorar ainda mais os processos da sua empresa?

Veja o que é o supply chain finance e entenda como ele otimiza a cadeia de suprimentos!

Sem categoria 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *